Projeto ‘Mapear Indaiatuba’ busca popularizar dados geográficos do município

O  Mapear Indaiatuba é um projeto que tem como objetivo disponibilizar, analisar e propor intervenções positivas em aspectos advindos da interferência humana no ambiente geográfico de Indaiatuba, sob a ótica do planejamento urbano e a sustentabilidade ambiental.

Nossa ferramenta estratégica principal é  a utilização da cartografia para, a partir da apresentação e análise de mapas, proporcionar uma visão crítica da ocupação do solo e apropriação do espaço – em seus diferentes aspectos, privilegiando os bens naturais e o patrimônio material edificado de relevância. Para isso, os técnicos da ONG utilizarão o aplicativo Google Earth, apresentando dados georreferenciados, sobrepondo-os a imagens atualizadas geradas por satélites.

Os mapas temáticos, são disponibilizados conforme as discussões propostas pelo MAPEAR Indaiatuba – Sustentabilidade e Desenvolvimento, com a finalidade de facilitar a compreensão dos conteúdos abordados e trazer à todos, uma versão de fácil visualização, incentivando que os leitores migrem da visão advinda do senso comum (visão de mundo advinda de observações e opiniões pessoais onde o foco geralmente é impor a ideia, na maior parte das vezes usando faláciaspara o senso crítico (visão de mundo advinda de análises lógicas, onde o foco é construir o conhecimento com argumentação e método científico).

Através dos mapas disponibilizados pelo MAPEAR Indaiatuba, é possível sobrepor dados, confrontar limites e localizar pontos de interesse no município, visualizando simultaneamente vários mapas temáticos sobre imagens atuais de satélite, proporcionando entendimento de diversas questões referentes a Planejamento Urbano,  Uso e Ocupação do Solo e seus respectivos aspectos e impactos ambientais, sociais, econômicos, culturais, históricos, etc.

Usando a ferramenta “Imagens Históricas” no menu principal do Google Earth, você pode usar fotos de satélite desde o ano de 1984 sobre a base de dados fornecida, e observar as  modificações ocorridas na área em estudo durante os últimos 33 anos, sendo que as fotos são atualizadas em média a cada 4 meses, pelo próprio aplicativo.

Os arquivos disponibilizados, do Município de Indaiatuba, fazem parte: de uma base de dados criada pelo Arquiteto e Urbanista Charles Fernandes através da digitalização de mapas municipais fornecidos pela administração pública, ou georreferenciamento de pontos fornecidos pelo IBGE ou coletados via GPS, e compartilhada com o MAPEAR Indaiatuba, para uso educacional. Os Mapas não são disponibilizadas para uso comercial, particular ou legal.

Como utilizar os arquivos KMZ:

– KMZ é uma extensão de arquivo do aplicativo Google Earth.

– Baixe gratuitamente o aplicativo Google Earth: clique aqui.

– Abra os arquivos KMZ  indicando o aplicativo Google Earth diretamente do link da página do Mapear Indaiatuba, ou facebook, ou salve-os em seu computador. Abra diretamente com o aplicativo.

– O arquivo aparecerá no painel a esquerda do Google Earth na pasta LOCAIS TEMPORÁRIOS.

Como aalvar sua própria base de dados Geográficos:

– No painel da esquerda do Google Earth, arraste as pastas temporárias, para MEUS LUGARES.

– Ou com o botão da direita do Mouse sobre a pasta, selecione “Salvar meus Lugares” e crie arquivos próprios.

Como link lnicial, disponibilizamos os limites de Indaiatuba e dos municípios vizinhos:

https://drive.google.com/file/d/0BydFb0n52tKaT0JQRTctSVduMDQ/view?usp=sharing:

Imagem 1: Indaiatuba e cidades vizinhas (produção: Charles Fernandes)

One thought on “Projeto ‘Mapear Indaiatuba’ busca popularizar dados geográficos do município

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *